Turismo y desarrollo local en una isla fluvial en el Región Metropolitana de Belém: el caso de la isla de Mosqueiro en la Amazônia brasileña

Autores/as

  • Maria Goretti da Costa Tavares Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Kleber dos Santos Gomes Bolsista de Iniciação Científica do CNPQ
  • Maria Augusta Freitas da Costa IESAM, Instituto de Ensino Superior da Amazônia
  • Willame de Oliveira Ribeiro

Palabras clave:

turismo, Amazonia, desarrollo local

Resumen

Con la perspectiva de contribuir al conocimiento de Mosqueiro, el presente análisis discute la formación histórico-territorial de la isla y la posible conversión en un espacio de atractivo turístico para veraneantes que comienzan a establecer allí su segunda residencia. La discusión busca relacionar el papel de Mosqueiro con la cuestión de la propuesta de la emancipación del distrito, la especulación de lãs propiedades inmobliarias como el resultado del atractivo de las playas fluviales y de los proyectos del turismo ecológico.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

AULICINO, Madalena Pedroso.”Algumas implicações turísticas dos recursos naturais”. In: RODRIGUES, A. B. (Org.). Turismo e Ambiente: reflexões e propostas. São Paulo: Hucitec, 1997.

BAENA, Manuel. Informações sobre as comarcas da Província do Pará. Organizadas em virtude do aviso circular do Ministério da Justiça de 20/09/1883. Pará: Typographia de Francisco Costa Júnior, 1885.

BRAGA, Theodoro. Noções de Chorographia do Estado do Pará. Belém: Empreza Graphica Amazônia, 1919.

CARDOSO, Maria da Paz. A. Ilha do Mosqueiro: canários de lutas amazônidas na trilha de sua sobrevivência. Belém: UFPA, CSE. Curso de Serviço Social, 2000.

COMPANHIA DE TURISMO DE BELÉM. Trilha Olhos D’água. Folheto. Belém, 2003.

EMBRATUR. Desenvolvimento de turismo sustentável: manual para organizadores locais. Brasília: OMT/EMBRATUR, 1996.

FIGUEIREDO, Silvio Lima. Ecoturismo, festas e rituais na Amazônia. Belém: NAEA/UFP, 1999.

FIGUEIREDO, Silvio Lima. “Planejamento do turismo na Amazônia: notas sobre a participação popular”. In: Revista do Centro de Sócio-Econômico , Belém, dez. 1995, vol. 2, nº 2, pp. 23-34.

FUNDAÇÃO PARQUES E ÁREAS VERDES DE BELÉM- FUNVERDE; COMPANHIA DE TURISMO DE BELÉM- BELEMTUR. Inventário Florístico da Trilha “Olhos D’água”: Comunidades do Caruaru e Castanhal do Mari-Mari, Distrito de Mosqueiro-Belém/Pa. Belém: abr. 2002.

GUERRA, Antônio Teixeira. Dicionário Geológico, Geomorfologico. Rio de Janeiro: IBGE.

MARINHO, José Antônio. Planejamento, gestão e saneamento no espaço urbano: o caso da ocupação do Riacho Doce na bacia do Tucunduba. Belém, 2002. Monografia (Graduação em

Geografia) - Colegiado de Geografia, Universidade Federal do Pará.

MEIRA FILHO, Augusto. Mosqueiro, ilhas e vilas. Belém: Grafisa, 1978.

MENDONÇA, Francisco A. Geografia física: ciência humana? São Paulo: Contexto, 1989.

MESQUITA, Zilá. Antenas, redes e raízes da territorialidade. São Paulo, 1992. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

RODRIGUES, Adyr Balastreri. “Turismo local: oportunidades para inserção”. In: RODRIGUES, Adyr Balastreri (Org.). Turismo e desenvolvimento local. São Paulo: HUCITEC, 1997.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: espaço e tempo; razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1999.

SOUZA, Marcelo Lopes de. “Algumas notas sobre a importância do espaço para o desenvolvimento social”. In: Território, Rio de Janeiro, jul./dez. 1997, ano II, nº 3, pp. 13-35.

SOUZA, Marcelo Lopes de. Mudar a Cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand, 2002.

TAVARES, Maria Goretti da Costa. O município no Pará: a dinâmica territorial municipal de São João do Araguaia-Pa. Rio de Janeiro, 1992. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TAVARES, Maria Goretti da Costa. A dinâmica da rede de distribuição de energia elétrica no Estado do Pará (1960-1996). Rio de Janeiro, 1999. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ. Diagnóstico sócioeconômico e ambiental da Zona Rural do entorno do Parque Ambiental da Ilha de Mosqueiro. Belém: jan. 2002.

VILLAÇA, Flávio.”A terra como capital (ou a terra-localização)”.In: Espaço & Debates, São Paulo, 1985, vol.1, nº 16, pp.5-14.

Descargas

Publicado

11-08-2022

Cómo citar

Goretti da Costa Tavares, M., dos Santos Gomes, K., Freitas da Costa, M. A., & de Oliveira Ribeiro, W. (2022). Turismo y desarrollo local en una isla fluvial en el Región Metropolitana de Belém: el caso de la isla de Mosqueiro en la Amazônia brasileña. Revista Universitaria De Geografía, 16, 125–145. Recuperado a partir de https://revistas.uns.edu.ar/rug/article/view/3521

Número

Sección

Artículos